Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Biblioteca Escolar

Agrupamento de Escolas - Sever do Vouga. Espaço interativo, dinâmico. Facteur de réussite. The school library equips students with life-long learning skills and develops the imagination, enabling them to live as responsible citizens.

Biblioteca Escolar

Agrupamento de Escolas - Sever do Vouga. Espaço interativo, dinâmico. Facteur de réussite. The school library equips students with life-long learning skills and develops the imagination, enabling them to live as responsible citizens.

Filme para crescidos - I

“O Mundo a seus Pés” – Citizen Kane como titulo original – é um filme realizado por Orson Welles e faz parte da galeria dos melhores filmes de sempre, para muitos “o melhor filme de sempre”. À época foi um filme revolucionário, pois introduziu técnicas de representação e filmagem nunca vistas, fruto da “inexperiência” de Orson Welles como realizador (como o próprio confessou) e da sua experiência como ator de teatro.

É um filme para gente crescida pois requer serenidade e paciência para uma frutífera visualização. É um filme “de cinema”, a preto e branco, pois perde muitas das suas qualidades estéticas e técnicas (planos e iluminação) quando visto num pequeno ecrã.

O-Mundo-a-Seus-Pes.jpg

É um filme sempre atual, pois aborda as questões do poder baseado no dinheiro, o poder da comunicação social; há, porém, coisas que o dinheiro não compra…

Um filme a ver… por gente crescida. (Há em DVD na biblioteca)

Sonhar para além do impossível

Há livros, filmes e musicas que são intemporais. São de sempre e para sempre.

No contexto da pandemia que estamos a viver e as limitações que nos é dado respeitar, lembro um filme e uma música que podem ajudar a passar melhor as horas de confinamento.

Trata-se do Feiticeiro de Ozfilme baseado na obra de Frank Baum publicada no início do século XX, um romance infantil mas de grande alcance.

O filme, de 1939, conta com a participação de Judy Garland e foi indicado para 6 Óscares. Venceu apenas 2 e, um deles, é precisamente o de melhor canção original. Uma canção cuja letra permite sonhar para além do impossível.

É um cover dessa canção que aqui recordamos, na mestria de Eric Clapton: Somewhere over the rainbow.